HMIA

Com atendimento 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o hospital atende e acompanha gestantes, parturientes, e puérperas, além de crianças com até 30 dias de nascidas. O atendimento é feito por demanda espontânea e regulação, abrangendo Alagoinhas e outros 22 municípios.
Imagem Banner

O Hospital Materno-infantil de Alagoinhas foi inaugurado em 30 de junho de 2024. Sob gestão da Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil, a unidade de saúde conta com uma maternidade de alto risco, centro de parto normal intra-hospitalar (CPN), ambulatório e 49 leitos.

Com atendimento 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o hospital atende e acompanha gestantes, parturientes, e puérperas, além de crianças com até 30 dias de nascidas. O atendimento é feito por demanda espontânea e regulação, abrangendo Alagoinhas e outros 22 municípios.

Serviços – O hospital oferece uma ampla gama de serviços essenciais para o cuidado materno-infantil. O atendimento na emergência obstétrica por demanda espontânea é feito através do Acolhimento com Classificação de Risco.

Oferta também o serviço de Centro de Parto Normal (CPN) com cinco leitos PPP (pré-parto, parto e pós-parto), oferecendo um ambiente seguro e humanizado para partos normais. A partir de novembro, estão previstos o funcionamento das Unidade de cuidados intermediários convencionais (Ucinco), Unidade de cuidados intermediários canguru (Ucinca) e Unidade de terapia intensiva neonatal.

Além do CPN, a unidade conta com leitos de Ucinca, promovendo o método canguru para fortalecimento do vínculo entre mãe e bebê. Disponibiliza, também, serviço ambulatorial de consultas pré-natal para gestantes de alto risco, ultrassonografia, e consultas pediátricas de puericultura.

Como Chegar