Recém-nascidos do HEC participam de ensaio fotográfico com tema de Páscoa

Imagem Banner

Ação de humanização e socialização faz parte do calendário de atividades oferecidas a mães e bebês nas unidades de cuidados intermediários do hospital

Bebês prematuros internados no Hospital Estadual da Criança (HEC) participaram de uma sessão de fotos no estilo newborn. Com temática de Páscoa, o ensaio aconteceu recentemente e envolveu mães, profissionais de saúde e 11 bebês internados na Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCo) e na Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UCINCa) do HEC. A ação acontece regularmente há quase quatro anos e presenteia as mães com uma recordação do nascimento dos filhos, com direito a cenário, adereços e ludicidade.

Enfermeira e coordenadora das referidas unidades, Mariana Gonçalves explica que essa é só uma das atividades realizadas regularmente para promover humanização, socialização e acolhimento para as mães que passam por um longo processo de hospitalização.

“Temos na UCINCo e na UCINCa um calendário diário de atividades, com o intuito de trazer essa família para um contexto de humanização, afastar um pouco as preocupações e também para que consigam socializar com outras mães. São jogos, saídas, artesanato, fotos e piqueniques, entre outras atividades. Esses momentos enchem o coração deles de alegria e o nosso também”, pontua.

Cuidados - No HEC, os bebês prematuros que precisam de acompanhamento de média complexidade são inicialmente recebidos pela Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCo), onde recebem suporte ventilatório de média complexidade, assistência medicamentosa, passam por exames e fazem acompanhamento cardíaco e cerebral, reunindo todo suporte necessário para o seu desenvolvimento.

Já a Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UCINCa) recebe bebês para a evolução final antes de irem pra casa. Lá, eles conquistam ganho de peso, idade gestacional adequada para alta hospitalar e oralidade. Os pacientes da UCINCa saem com peso acima de 1,850kg, com idade gestacional de 35 semanas e a oralidade garantida.

Unidade da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), o HEC tem papel fundamental nesse contexto, sendo referência no atendimento pediátrico e obstétrico a casos graves de alta complexidade. “Os bebês internados no HEC são casos complexos, prematuros extremos, muitas vezes com cardiopatias complexas, malformação ou que nascem com desconforto decorrente da prematuridade. A UCINCo tem uma média de 840 a 900 admissões anuais, enquanto a UCINCa conta com até 600 admissões todo ano. Por ser uma unidade hospitalar que atende gestantes de alto risco, estamos preparados e podemos proporcionar a essa mãe e a esses bebês uma assistência de qualidade, minimizando ou eliminando possíveis sequelas”.